Motivos para assistir Atypical: conheça essa série

Tempo de leitura: 3 minutos

Atypical é uma série norte-americana sensível e divertida, sem deixar de ser também relevante. A comédia dramática, que cativou milhares de pessoas, conta a história de Sam Gardner. Ele é um adolescente com Síndrome de Asperger (distúrbio do espectro autista), que vive com seus pais e sua irmã mais nova.  

 

Por que assistir Atypical?

Com certeza Atypical é uma série que vai fazer você rir, chorar e querer mais episódios. Caso ainda não seja um dos fãs dessa trama, confira alguns motivos pelos quais você deve dar uma chance para essa produção:

 

Empatia

Provavelmente uma das coisas que mais chamam a atenção de quem começa a acompanhar a série é isso: o fato de poder acompanhar o protagonista enfrentando situações cotidianas do universo adolescente enquanto lida com o transtorno. O autismo retratado em Atypical não é romantizado o tempo todo. 

A série mostra as crises, confusões e momentos em que os próprios telespectadores precisam fazer uma força para entender as atitudes de Sam.

 

É um drama que não abre mão do humor

Dramédia é um gênero um pouco complicado, pois é necessário saber balancear a tragédia do drama e a leveza do humor. Entretanto, Atypical sabe trabalhar muito bem com isso. Ao mesmo tempo em que aborda problemas sérios e uma família disfuncional, arranja espaço para um humor que não é forçado. 

 

Excelentes atuações

O ator Keir Gilchrist dá vida para o personagem Sam Gardner e tem sido bastante elogiado pelo papel. Ele consegue transmitir muito bem as emoções do personagem. Mas não é só ele que dá um show de atuação. Por trás dos outros personagens estão atores igualmente brilhantes, como Brigette Lundy-Paine que interpreta Casey, a irmã de Sam.

Destaque também para Jennifer Jason Leigh, que vive Elsa, mãe do protagonista, e do ator Michael Rapaport, que assume o papel de Doug, pai de Sam.

 

Nem tudo é sobre autismo

Mesmo Sam sendo o personagem principal de Atypical, a série não é centrada apenas no autismo. O seriado é, antes de mais nada, sobre o Sam e a família dele. As mudanças familiares e a forma que eles encontram de se adaptar às necessidades do protagonista são fundamentais. 

Momentos que envolvem outros personagens e não somente o Sam são bastante recorrentes. Em Atypical, vemos Elsa se afastando um pouco do papel de mãe superprotetora, Casey iniciando sua vida amorosa e até mesmo o relacionamento de Julia (Amy Okuda), terapeuta de Sam, tem seu momento.

 

Maratone Atypical com a CSSAT

A tecnologia do CSSAT trouxe consigo o avanço da TV digital, que tem o intuito de solucionar o problema daqueles que só possuíam acesso aos canais de TV analógicos de má qualidade: o sinal de TV analógico era instável e de péssima qualidade do sinal.

Muitas vezes a tecnologia empregada sofria interferência de diversas fontes, comprometendo a qualidade do sinal, o som e a imagem. Dessa forma, o teste CS é a solução que faltava para você acompanhar sua série favorita. Acesse a sua série predileta com seu celular, tablet, notebook, TV e demais dispositivos. Conte com teste CS Sky, CS Net ou CS Claro e boa maratona!

Para saber como assistir Atypical, converse conosco!

[wpdevart_facebook_comment/* Para remover esta mensagem, instale e configure o plugin Facebook Comments WordPress (https://wordpress.org/plugins/comments-from-facebook/) em "Plugins > Adicionar Novo" */]